domingo, 23 de maio de 2010

Quem sou eu? II - Lucas Jammal

O louco era bom, o bom era mal, o mal era normal, o normal era louco... e você pergunta quem sou eu... bom... eu não sou ninguém. Não sou quem você pensa que eu sou, você acha que eu sou um poeta... eu não sou um poeta! Um poeta escreve poesias! Eu não escrevo poesias, elas é quem me escrevem. Meu dia-a-dia... fatos da minha vida, se eu escrevesse poesias... não contaria sobre mim, porque não sei o que eu sou e nem quero saber. Na verdade não sei de nada, a única coisa que eu sei, é a mesma que todos sabem, só sabemos que nada sabemos homo-sapiens que não sapiens de nada.
Sabe... nas aulas de trovadorismo... cantigas de amigo, me lembram do passado... cantigas de amor me lembram do futuro... cantigas de Maldizer me lembram dele ou diretamente de você. Cantigas de escárnio me lembram... me lembram de mim, mas não conta pra ninguém, ok?

Nenhum comentário:

Postar um comentário