sábado, 8 de maio de 2010

trincheirado - Lucas Jammal

Se escondendo do belo gato,
escondido estava o sujo rato,
preparando-se para se atirar,
no primeiro inimigo que chegar

De Apolo tinha medo,
sonhos não poderia ele ter,
não tinha tempo para beber,
dormia tarde e acordava sedo

são como campos de morangos aos pedaços para sempre...
eles tem duas bocas e um ouvido,
nós temos três ouvidos e nenhuma boca

como é bom estar aqui apertado...
quando uma bomba em mim explodir,
eu acho que vou conseguir sair

Nenhum comentário:

Postar um comentário